..: Blog do Casanova: um blog inusitado e sensual :..: 2008-11-16

Sete Perguntas - Jad Brasil

O Rio de Janeiro continua a ser a cidade maravilhosa. Em seus encantos, belezas e mulheres. Jad Brasil* (clique para acessar seu orkut) é um exemplo. Aos 30 anos, dona de medidas invejáveis (120cm de quadril e manequin 44), essa boneca morena-jambo faz sucesso nas praias da bela Copacabana.

1. Você nasceu boneca?
Como assim nasce boneca? Isso ninguém nasce, transforma-se com tempo. Ter atrações pelo mundo feminino que nos leva a colocar roupas e transformar ocorpo em busca da perfeição.

2. O que faz a Jad subir pelas paredes de tesão?
Diversas coisas ... Um olhar 43 me deixa mole, um corpo perfeito me excita, um beijo molhado e quente amolece qualquer coração de ferro, uma bela bunda masculina me faz viajar, um pênis com um formato perfeito e GG se o dono souber usar me deixa louca, é complicado definir o que me faz subir pelas paredes.

3. Tamanho é documento?
Sim e não desde que o companheiro saiba utilizar o tem....

4. Que tipo de cliente te procura?
Olha, eu tenho uma clientela bem variada. De todos os tipos. Tenho todos os tipos que você imagina. Sou muito eclética quanto a isso. Então a clientela varia muito e não escolho determinado padrão. Simplesmente tento entrar no clima de todos que me procuram.

5. Qual a posição que você mais gosta?
Todas possíveis e imagináveis.

6. Qual foi a maior loucura que já fez?
É muito complicado definir a maior loucura, pois já fiz muitas, variadas. A cada dia surge uma nova loucura... Uma vez, na volta do trabalho para minha casa, em um determinado local da cidade, um grupo de soldados me chamou à atenção. Eles estavam de plantão. Era área militar e, na hora, só haviam três e acabaram me convencendo a entrar, invadir a guarita e depois que eu estava lá, sugiram mais oito. [risos] E foi aquela festa! [risos] Fui obrigada a fazer uma bela caridade para os rapazes.

7. E qual a loucura que ainda não fez?
Foder com desconhecido no banheiro de um avião.

* Jad Brasil é dona do site Amantes do Prazer. Se quiser ver outras fotos e filmes, acesse o site www.amantesdoprazer.com

Richard Avedon

Nastassja Kinski and the serpent

Sem título

Sem você não sou nada
grão fora da areia
gota fora d'agua
celulose sem madeira.

Quero o meu perfeito
todo em efeito
sendo homem
nas tuas coxas
e peitos.
(K.K.)

Bojudo fradalhão de larga venta - Manuel Maria Barbosa du Bocage

Bojudo fradalhão de larga venta,
Abismo imundo de tabaco esturro,
Doutor na asneira, na ciência burro,
Com barba hirsuta, que no peito assenta:

No púlpito um domingo se apresenta;
Pregas nas grades espantoso murro;
E acalmado do povo o grão sussurro
O dique das asneiras arrebenta.

Quatro putas mofavam de seus brados,
Não querendo que gritasse contra as modas
Um pecador dos mais desaforados:

"Não (diz uma) tu padre não me engodas:
Sempre, me hé-de lembrar por meus pecados
A noite, em que me deste nove fodas"!

Origem do Mundo - Gustave Coubert

Os leitores mais assíduos perceberão uma mudança no layout do blog. Após quase dois meses estampando seu cabeçalho, a pintura Origem do Mundo, de Gustave Coubert (clique para conhece um pouco mais sobre o pintor), deu espaço a uma apresentação mais leve e informativa. Aos saudosistas, fica aqui uma lembrança.

Origine du monde, Gustave Coubert (1866) - Musée d'Orsay

Günter Blum

Dixbild II, 1994

Os teus pés - Pablo Neruda

Quando não posso contemplar teu rosto,
contemplo os teus pés.

Teus pés de osso arqueado,
teus pequenos pés duros.

Eu sei que te sustentam
e que teu doce peso
sobre eles se ergue.

Tua cintura e teus seios,
a duplicada purpura
dos teus mamilos,
a caixa dos teus olhos
que há pouo levantaram voo,
a larga boca de fruta,
tua rubra cabeleira,
pequena torre minha.

Mas se amo os teus pés
é só porque andaram
sobre a terra e sobre
o vento e sobre a água,
até me encontrarem.

Hoje eu quero

Hoje eu quero minha boca no teu sexo,
te sorvendo e devorando,
te sentindo e te sugando,
provando da minha seiva saborosa,
abundante e preciosa.

Hoje eu queria minha boca no teu sexo,
fazendo teu corpo se contorcer,
te matando de prazer,
encharcando-te do meu néctar adocicado,
de sabor suave e almiscarado.

Hoje eu queria minha boca no teu sexo,
te reconhecendo e degustando,
te servindo e te chupando,
bebendo teu caldo melado e quente,
desavergonhado e ardente.

Hoje eu queria minha boca no teu sexo,
a te fazer gemer,
vibrar e estremecer,
sobre meu monte arrebitado,
deixando meu rosto afogueado,
meu sexo abrasado,
meu sexo inflamado,
e nosso amor abençoado.

Meu Senhor, minha saudade

Estampada em meu semblante
Cheio de lágrimas.
Como gotas de chuvas
Que cai em terras secas,
Já não se escondem mais e...
Chegas para um mergulho profundo,
Deixando as marcas e as emoções,
Na minha realidade.

Lembrança...
Saudade...
A energia que me alimenta
Lembrando a saudade,
Mantenho Senhor, teu calor...
Em meu calor.

Eternizando a força daquele instante assim confesso-te...
Que só tu Senhor...
Sabe amar-me.
Com a loucura e o desejo,
Com que sempre sonhei ser amada.

Obrigada por existir em mim...
E me permitir estar em ti!

SANDRA PREIRA 18/11/2008 as 01:38hs

Casanova!!!

Talvez seja incompreensível ou até irreal,
O sentimento que toma conta de mim,
De meu corpo...
É estranho como ele chegou a minha vida...
Veio como quem nada quer,
Quem seria apenas mais um amigo...
Distante alem mar está,
Mas é como se ao meu lado estivesse.
Veio e foi me aninhando em suas palavras,
Em seu fascinante jeito de ser...
Veio tomando conta deste ser
Que estava tão a procura de um ser assim,
Que queira ser dono que queira por inteira,
Que me faça sua mesmo sem me tirar,
O desejo...
O prazer e a vida.
É impressionante sentir o que sinto...
Foram poucas palavras...
Bastaram alguns minutos...
Para que eu sentisse a segurança que buscava,
O sentimento que tomou conta...
De meu corpo e de meus desejos,
Me fez questionar o que é que realmente sinto...
Me fez questionar,
Perguntar quem é ele...
Que me seduz...
Que me envolve...
Que me faz me entregar...
Não ouvi sua voz
Mas suas palavras
Tomam conta de meus ouvidos...
Tomam conta de mim...
Seu jeito é doce...
Um anjo a me guiar...
Mas ao mesmo tempo,
Ele é um Senhor,
Dono da situação...
Senhor de tudo.

É assim que me sinto...
Entregue a ele...
Aos seus desejos...
As suas fantasias...
Ao seu poder.


Obrigada!Aguardo sua presença...

Aguardo sua atenção...

Sou alma, sou fêmea e sou coração...

Independente da forma que tenha
me semeias, com devoção.

bjs
Sandra

Erótico puritano - Niandra LaDez

As pontas dos meus seios apontam para o céu
inchados e duros
pequenos e brancos
reluzem e gritam
enquanto as estrelas queimam e umedecem
meus santos orifícios
com seus toques inesperados.
sou cega, muda, espasmódica.
pernas abertas por um mundo melhor.